Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ficaasaber

ficaasaber

Biblioteca...

Qua | 27.02.13

Opinião sobre "Anoitecer" de Karen Marie Moning...

Titinha

Sinopse:

«O meu nome é MacKayla; Mac, para simplificar. Sou uma vidente de sidhe, uma das que vê os Fae, um facto que aceitei apenas há pouco tempo e com grande relutância.
A minha filosofia é muito simples – fico feliz quando ninguém anda a tentar matar-me. Mas não tenho tido razões para estar feliz ultimamente, desde que as paredes entre o Homem e os Fae se desmoronaram. Na verdade, não existe um único vidente de sidhe vivo que esteja feliz desde então.»

Antes de ser assassinada, a irmã de MacKayla deixou uma única pista sobre a sua morte – uma mensagem enigmática no telemóvel de Mac. Numa viagem à Irlanda em busca de respostas, Mac vê-se subitamente perante um enorme desafio: conseguir manter-se viva até conseguir dominar um poder que não fazia ideia possuir, um dom que lhe permite ver para lá do mundo do Homem, para o perigoso reino dos Fae…

Enquanto Mac mergulha cada vez mais fundo na tentativa de solucionar a misteriosa morte da irmã, todos os seus movimentos são seguidos pelo sombrio Jericho… e o implacável V’lane – um príncipe Fae que transforma o sexo num vício para as mulheres humanas – aproxima-se dela. À medida que as fronteiras entre os dois mundos começam a desmoronar-se, a verdadeira missão de Mac torna-se clara: encontrar o poderoso Livro Negro Sinsar Dubh antes que mais alguém o reclame, pois quem conseguir obtê-lo primeiro terá o controlo completo sobre ambos os mundos…

 

Opinião:

Não é a primeira vez que leio Karen Marie Moning, já conheço a autora da saga Highlander e como conheço essa saga, não achei estranho o "povo" que a protagonista consegue ver!

Como já conhecia a escrita da autora, o que foi novo para mim e sou sincera também um pouco frustrante, foi o livro (ou livros já que é também uma saga) ser narrado somente pela protagonista, pela Mac, não conseguimos ter o feedback do lado masculino da história... Frustrante, para o meu eu interior!!

Contudo lá fui empurrando esse pormenor com a barriga e andei na história.

Houve alturas que o Jericho, mais propriamente Barrons como a Mac o tratava, me tiravam do sério.

Achei em quase todos os momentos, que ele era bruto, mal educado, sempre que se aproximava da Mac a magoava fisicamente e tem o poder de me irritar com o "Senhora Lane"... Tudo bem que queira manter a distância, que queria ser o frio, arrogante e gritar ao mundo que não a queria ali com ele, que não gosta dela mas... Mas... É preciso trata-la o livro todo por "Senhora Lane", é preciso? Ah!!! Mas espera... Depois dele ser um querido (pouco ainda) e de ter feito um acto bom (acho foi mais porque precisa dela), lá a trata por Mac (ouvi sinos de alegria) mas estes duraram pouco, os sinos e o tratar pelo nome. Sim já sei, ele tem que ser mau, lindo mas mau e mau!!

Salvou-se também o ter-lhe pintado as unhas, foi um amor. Fiquei a gostar um pouquinho mais dele mas ainda tenho uma "raivinha", e espero pelos próximos livros para ver como fico.

A Mac! Gostei dela, coitada cai num mundo que não conhece, nem pensava que existisse, é usada mesmo sabendo disso, sofre pela irmã, pelos pais e por uma verdade que ela não sabia mas não deixa de ter a sua piada, de ter humor e de ser forte... Gostei!

 

Quanto à história, achei o livro uma introdução à saga, parece-me que os próximos serão mais emocionantes e cheiros de aventura e por favor, conhecendo a Moning, quero um pouco de "sacanagem"...

 

Em 5 estrelas, dei 4!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.