Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ficaasaber

ficaasaber

Biblioteca...

Seg | 10.09.12

Série da J.D. Robb e Opinião da "Nudez Mortal"

Titinha

Comecei há pouco tempo uma nova série escrita pelo pseudónimo da escritora Nora Roberts. É uma série passada no futuro, mais propriamente em 2058 onde conta as peripécias e casos policiais da tenente Eve Dallas, assim como o primeiro encontro com o futuro e agora actual marido, Roarke.

 

Antes de passar aos livros e à minha opinião, vou descrever um pouco as personagens principais.

 

Tenete Eve Dallas, é polícia em Nova Iorque no ano de 2058, teve uma infância complicada e não se lembra até certa altura do que aconteceu até aos seus 8 anos quando foi encontrada num beco escuro, cheia de sangue e sem saber quem é. Ela é recolhida pelo sistema onde lhe dão um novo nome, percorre muitas instituições até que aos 18 anos decide ser policia. É considerada a melhor policia de Nova Iorque, ela própria se intitula como a defensora/justiceira dos mortos, faz tudo para colocar perante a justiça quem comete tais atrocidades, considera-se policia antes de ser mulher porém isso irá mudar aos poucos depois de conhecer o protagonista masculino Roarke. O passado perseguia, e irá continuar no decorrer dos livros.

 

Roarke, um homem misterioso que capta a atenção da tenente Eve Dallas, assim como ela teve uma infância e juventude complicada, cresceu com um pai que o "lançou" no crime porém a determinada altura quis dar outra direcção à vida, fez fortuna, a principio com base nos negócios mais escuro porém deixou isso para trás é agora um homem riquíssimo, com muitos interesses e negócios sendo considerado o homem mais rico ou dos mais ricos do universo. Irá encontrar o amor ao lado da tenente Eve que é quase o seu oposto, não em relação à história de crescimento mas sim aos gostos pessoais e de apresentação.

 

Roarke é o luxo, a sofisticação, bom gosto, glamour, gosta do que o dinheiro lhe dá, veste-se sempre muito bem e anda sempre com um penteado impecável, tem uma imagem de perfeição mas lá no fundo tem sangue nas veias.

Já Eve é, o "desleixe" em pessoa, não se importa com o que veste, o cabelo é cortado por ela sem qualquer problema se está ou não bem cortado, não gosta de festas e de vestidos e o ser rica faz-lhe confusão e ainda se está a habituar que o marido o seja.

Diferentes um do outro mas completa-se, pois ambos vão conhecer o que é o amor pela primeira vez.

 

Vou passar agora para os livros. A série começa por "Nudez Mortal"

  

 "Nudez Mortal" 


Sinopse: 

Eve Dallas é tenente da polícia de Nova Iorque e persegue um assassino implacável. Em mais de dez anos de profissão, ela já viu tudo — e sabe que a sua sobrevivência depende do seu instinto. E é precisamente esse instinto que ela tem de ignorar quando se envolve com Roarke, um bilionário irlandês, principal suspeito na investigação de Eve. Mas a paixão e a sedução têm as suas próprias regras e só depende de Eve arriscar-se ou não nos braços de um homem sobre o qual nada sabe, excepto que deseja loucamente a sua companhia... E tudo o que isso acarreta!

 

Opinião:

Não foi surpresa para mim a escrita nem a veia mais policial de Nora Roberts, que aqui nos escreve como J.D. Robb, porque já tinha sido "apresentada" aos seus livros.

A história começa com o assassino de uma prostituta de luxo, sendo a tenente Eve Dallas destacada para desvendar o crime, o que a direcciona para um suspeito, Roarke. Porém no decorrer da investigação mais duas mulheres com a mesma profissão são assassinada, levando Eve numa corrida contra o tempo não só para impedir mais mortes como também para ilibar o homem que despertou o seu coração e com quem se acaba de envolver.

Uma história empolgante que nos leva a uma visão "futura" da nossa sociedade, onde a prostituição é completamente legar, onde os carros "voam", as doenças foram extintas, o uso de armas de fogo proibido, onde comer um ovo, beber café é para ricos, onde se viaja no espaço e para galáxias longínquas, onde a realidade virtual está muito presente, mas não deixa de ser uma sociedade que ainda descrimina a sua gente, as coloca em "guetos", onde muito que acontece nos nossos dias persiste.

Um livro a ler, uma série a seguir, sem duvida.