.Biblioteca...

Sexta-feira, 21 de Setembro de 2012
A Ouvir

The Gift - "Primavera"

 

 

Mixordia de Temática

 

{#emotions_dlg.happy}
publicado por Titinha às 10:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2012
Quando é que "descem à Terra"

Começo com um...

 

 

Qual será o dia em que vejo quem nos governa, a deslocar-se para o seu local de "trabalho" nos transportes públicos? Quando será que os vejo a ir de metro, autocarro, comboio ou até mesmo barco? Quando, pergunto eu. Talvez assim soubessem o que custa ao simples mortal!

 

Qual será o dia em que vejo quem nos governa, a sobreviver com o ordenado mínimo ou até com pouco mais de 500€? Terem de alimentar uma família, ter filhos na escola, pagar as contas no mês, renda(prestação), luz, água, gás?? Quando, pergunto eu. Talvez assim soubessem o que custa ao simples mortal!

 

Qual será o dia em que vejo quem nos governo, a acabarem com os interesses dos grandes grupos??

 

Qual será o dia em que vejo quem nos governa, a pensarem primeiro no país e no povo que os elegeu e não em si mesmos, no partido e interesses??

 

Qual será o dia em que neste país o sinónimo de liberalização deixe ser "aumentos"??

 

Qual será o dia... Qual será o dia... Qual será o dia... Nunca mais sairia daqui.

 

Quando formos governados por pessoas que saíram do "povo", que tiveram que viver de um ordenado, fazer contas até ao fim do mês, quando essas pessoas conhecerem a realidade do país e não a "pseudo" realidade, talvez o país tenha rumo.

Até lá, como quem nos governa são meninos ricos, onde muitos nasceram em famílias que não passaram dificuldade, que tem muita teoria ou pensam que a tem... Sinceramente não vejo futuro para este país à beira mar plantado!

 

Mesmo sem respostas às minhas perguntas, desabafei mesmo sabendo que nada resolve porém a minha alma fica mais leve!

 

E digo! BASTA...

publicado por Titinha às 11:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Setembro de 2012
"Nomes" pelo Estrangeiro

{#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

 

publicado por Titinha às 11:26
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2012
Opinião sobre "Segredos do Passado" de Deborah Smith

 

 

 

 Sinopse: Filha de uma respeitada família de Dunderry, na Geórgia, Claire Maloney era uma menina caprichosa e mimada, mas isso não a impediu de travar amizade com Roan Sullivan, um rapaz feroz, órfão de mãe, que vivia numa caravana com o pai alcoólico. Nunca ninguém conseguiu compreender o laço que unia as duas crianças rebeldes.

 

Mas Roan e Claire pertenciam um ao outro¿ até à violenta tarde em que o terror tomou conta das suas vidas e Roan desapareceu.

 

Durante vinte anos, Claire procurou o rosto do seu amor de infância por entre a multidão. Durante vinte anos, esperou ansiosamente uma carta e sobressaltou-se a cada toque do telefone. No entanto, quando Roan surge novamente na sua vida, a alegria de Claire não é completa, pois ao contrário do que se afirma o tempo não apaga todas as feridas.
Algumas permanecem ocultas, prestes a reabrir-se ao mais pequeno incidente. Que segredos do passado envenenam o presente e minam o futuro?

 

Pela consagrada autora de A Doçura da Chuva, um romance comovente e original que relata um amor inocente capaz de sobreviver a todas as adversidades.

 

 Opinião: 

Segundo livro que leio da autora e mais uma vez, achei um livro muito doce.

 

A história relata a relação entre duas crianças e a suas infâncias, estas que não podia ser mais diferentes.

Uma negligenciada por um pai bêbado e outra amada e protegida no seio de uma grande e tradicional família porém esses factores, não proíbem estes dois seres de serem amigo e gostarem um do outro contudo, um acontecimento grave faz com que eles estejam 20 anos sem saberem um do outro, será mesmo?

 

Roan e Claire, são dois protagonistas que se "encaixam" muito bem, pode-se dizer neste caso que são a cara metade um do outro mas sem que isso os anule como individuais, quando tem que entrar em picardias e serem frontais um com o outro são. O que nos leva a sorrir.

 

Roan, criança e homem que se formou a ele próprio, cresceu a pulso e um dos pontos que mais gostei no livro, foi as cartas que ele escreveu à Claire no decorrer dos anos. Homem que guarda uma grande amor, dor, mágoa e também um segredo que me surpreendeu.

 

Claire, uma menina de 10 anos que cresceu sem nunca esquecer o seu primeiro amor, tem uma grande necessidade de ajudar, de não falhar e vão perceber desde início o por quê.

 

No geral um excelente livro, que nos atira para a dor, para o amor dos personagens. Um livro que nos mostra o perdão, a superação, a aceitação,  os erros e as emendas. Um livros que nos dá o poder de uma família, a sua força e o seu ultrapassar dos problemas.

 

No fim recomendo vivamente a leitura deste livro.

publicado por Titinha às 14:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2012
LOL

publicado por Titinha às 09:42
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Setembro de 2012
Ouvir
publicado por Titinha às 10:15
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2012
Opiniões de "Glória Mortal", "Fama Mortal" e "Êxtase Mortal".

 

 "Glória Mortal"


Sinopse: A primeira vítima foi encontrada num passeio à chuva. A segunda foi morta no próprio apartamento. Eve Dallas, tenente da polícia de Nova Iorque, não tem dificuldade em ligar os dois crimes. Afinal, ambas as mulheres eram bonitas, famosas, e as suas vidas e amores glamorosos enchiam as capas das revistas. As suas relações íntimas com homens poderosos dão a Eve uma longa lista de suspeitos, incluindo Roarke, o seu próprio companheiro. Como mulher, Eve tem toda a confiança no homem que partilha a sua cama. Mas como polícia, é sua obrigação seguir todas as pistas... investigar todos os rumores escandalosos... explorar todas as paixões secretas, por mais obscuras que sejam. Ou perigosas!


Opinião:

Mais uma vez a história começa com um assassinato mas desta vez é uma mulher linda, famosa, de carreira, que nada levaria a que fosse brutalmente assassinada. Novamente a tenente Eve é chamada para desvendar o caso porém quando outra famosa e linda mulher é assassinada, Eve dá-se conta que um dos elos de ligação entre ambas é o seu companheiro, Roarke. Na busca da verdade, Eve terá que lutar entre a mulher policia e a mulher que se começa a apaixonar por um dos suspeitos, entre o acreditar no homem e a direcção da investigação, este conflito levará ao limite a relação entre ambos, fazendo com que a sua ralação seja de uma vez por todas esclarecida.

Algo que me habituei ao ler policiais, é não ir pelo óbvio e no livro da J.D. Robb sigo essa mesma linha, sempre desconfiei da pessoa que cometeu os crimes e sempre pensei no mesmo motivo para levar a tais crimes, o protagonismo.

Um excelente livro, que nos envolve na história, o qual nos é difícil parar de ler. Recomendo mais uma vez, tanto a série como este livro e por último, quem nos dera a nós mulheres haver muitos Roarke neste mundo "verdadeiro", seriamos muito mais felizes.

  

 

 "Fama Mortal"


Sinopse: “Veio para Nova Iorque para ser polícia pois acreditava na ordem. Precisava dela para sobreviver. Tinha tomado as rédeas da sua vida, transformara-se na pessoa que um assistente social anónimo chamara de Eve Dallas...”

  

Mas dali a algumas semanas já não seria apenas a tenente Eve Dallas, departamento dos homicídios. Seria a esposa de Roarke. E os planos de casamento de Eve teriam de esperar quando a sua vida profissional entra em rota de colisão com a sua vida pessoal. A vítima, na sua mais recente investigação de homicídio, é uma das mulheres mais requisitadas do mundo. Uma top model a quem ninguém impede de ter o que quer... nem que seja o homem de outra mulher. O suspeito principal de Eve é a outra mulher neste triângulo amoroso... a sua melhor amiga, Mavis. Por trás da fachada de glamour, Eve descobre que o mundo da moda vive de uma paixão por juventude e fama, onde as drogas podem satisfazer qualquer desejo, por um preço...

 

Opinião:

O livro começa não com uma morte mas sim com a aventura da escolha do vestido de noiva da nossa tenente. É na visita ao estilista que amigo da sua amiga Mavis, que se conhece a primeira vítima e Eve é atirada mais uma vez para a "batalha" entre procurar o verdadeiro assassino e provar que a sua melhor amiga não é a autora do crime, quando tudo aponta para que seja ela.

Mais uma vez a pessoa responsável pela morte ou mortes, não é a mais óbvia e temos que estar atentos a todas as personagens, como tal voltei a acertar. Porém surpreendeu-me o motivo, esperava que este fosse diferente e até gostava pois assim só tornou a pessoa mais fria.

Foi bastante agradável ver a evolução da relação entre a Eve e o Roarke e comprovar como é cada vez mais difícil para a Eve viver sem ele, falo mais da personagem feminina, porque esta tem uma maior dificuldade em transmitir os seus sentimentos por ele, algo que nunca custou ao Roarke, ele sempre foi capaz de dizer à Eve... "Amo-te".

Algo importante no decorrer da história é o desenvolvimento do passado da Eve, é a partir deste livro que as memórias começam a chegar.

Como disse em relação aos anteriores, mais um excelente livro, cada vez mais a série nos torna viciante.

Só um ponto estilo "PS", tenho pena que sejam poucos os livros em que a Nora, seja ela com que nome, tenha escrito um casamento. Teria gostado muito ter lido o casamento destas duas personagens.

 

  

 "Êxtase Mortal" 

 

Sinopse: A lua-de-mel de Eve e Roarke é interrompida pelo estranho suicídio de um dos jovens engenheiros das empresas Roarke. Ao regressarem a casa, Eve é confrontada com outros casos de suicídio que usam diferentes métodos, mas todos partilham o mesmo sorriso desconcertante no rosto da vítima. Descobre que não se trata de mera coincidência e alguém está a planear a morte destas pessoas. Mas quando Eve se apercebe de que um dos alvos é o seu marido, a sua própria felicidade é ameaçada.
Num romance cheio de mistério, "suspense" e violência, a tenente Eve Dallas é atraída para o mundo da realidade virtual onde a mente se torna num instrumento letal de destruição...

 

Opinião:

A acção começa na lua-de-mel de Roarke e Eve, como não podia faltar há corpos e como tal poderá ter ocorrido assassinatos.

Para a tenente Eve estes suicidou não tinham explicação, porque a maior parte dos suicidas eram pessoas bem estabelecidas, com carreira e bem com a vida, pessoas que não tinham o perfil para ser um suicida porém mesmo assim colocavam fim à vida, muitas vezes de forma trágica.

Seguindo a sua intuição, Eve continua a sua investigação até se dar conta que o seu próprio marido corria perigo de vida e podia ser a próxima vítima.

Pela primeira vez vi a Eve com medo de perder alguém que ama, assim como pela primeira vez disse "amo-te" ao Roarke sem que este lhe tenha pedido para dizer, ou "devolvido" a palavra.

Sei que me estou a repetir mas não dá para não o fazer, um livro maravilhoso, onde vimos não só o crescimento de Eve como mulher de Roarke, o casamento e a relação deles, como também todo o mistério dos crimes.

Ah! Como é hábito, acertei novamante na pessoa "má" da história.

publicado por Titinha às 15:01
link do post | comentar | favorito
Série da J.D. Robb e Opinião da "Nudez Mortal"

Comecei há pouco tempo uma nova série escrita pelo pseudónimo da escritora Nora Roberts. É uma série passada no futuro, mais propriamente em 2058 onde conta as peripécias e casos policiais da tenente Eve Dallas, assim como o primeiro encontro com o futuro e agora actual marido, Roarke.

 

Antes de passar aos livros e à minha opinião, vou descrever um pouco as personagens principais.

 

Tenete Eve Dallas, é polícia em Nova Iorque no ano de 2058, teve uma infância complicada e não se lembra até certa altura do que aconteceu até aos seus 8 anos quando foi encontrada num beco escuro, cheia de sangue e sem saber quem é. Ela é recolhida pelo sistema onde lhe dão um novo nome, percorre muitas instituições até que aos 18 anos decide ser policia. É considerada a melhor policia de Nova Iorque, ela própria se intitula como a defensora/justiceira dos mortos, faz tudo para colocar perante a justiça quem comete tais atrocidades, considera-se policia antes de ser mulher porém isso irá mudar aos poucos depois de conhecer o protagonista masculino Roarke. O passado perseguia, e irá continuar no decorrer dos livros.

 

Roarke, um homem misterioso que capta a atenção da tenente Eve Dallas, assim como ela teve uma infância e juventude complicada, cresceu com um pai que o "lançou" no crime porém a determinada altura quis dar outra direcção à vida, fez fortuna, a principio com base nos negócios mais escuro porém deixou isso para trás é agora um homem riquíssimo, com muitos interesses e negócios sendo considerado o homem mais rico ou dos mais ricos do universo. Irá encontrar o amor ao lado da tenente Eve que é quase o seu oposto, não em relação à história de crescimento mas sim aos gostos pessoais e de apresentação.

 

Roarke é o luxo, a sofisticação, bom gosto, glamour, gosta do que o dinheiro lhe dá, veste-se sempre muito bem e anda sempre com um penteado impecável, tem uma imagem de perfeição mas lá no fundo tem sangue nas veias.

Já Eve é, o "desleixe" em pessoa, não se importa com o que veste, o cabelo é cortado por ela sem qualquer problema se está ou não bem cortado, não gosta de festas e de vestidos e o ser rica faz-lhe confusão e ainda se está a habituar que o marido o seja.

Diferentes um do outro mas completa-se, pois ambos vão conhecer o que é o amor pela primeira vez.

 

Vou passar agora para os livros. A série começa por "Nudez Mortal"

  

 "Nudez Mortal" 


Sinopse: 

Eve Dallas é tenente da polícia de Nova Iorque e persegue um assassino implacável. Em mais de dez anos de profissão, ela já viu tudo — e sabe que a sua sobrevivência depende do seu instinto. E é precisamente esse instinto que ela tem de ignorar quando se envolve com Roarke, um bilionário irlandês, principal suspeito na investigação de Eve. Mas a paixão e a sedução têm as suas próprias regras e só depende de Eve arriscar-se ou não nos braços de um homem sobre o qual nada sabe, excepto que deseja loucamente a sua companhia... E tudo o que isso acarreta!

 

Opinião:

Não foi surpresa para mim a escrita nem a veia mais policial de Nora Roberts, que aqui nos escreve como J.D. Robb, porque já tinha sido "apresentada" aos seus livros.

A história começa com o assassino de uma prostituta de luxo, sendo a tenente Eve Dallas destacada para desvendar o crime, o que a direcciona para um suspeito, Roarke. Porém no decorrer da investigação mais duas mulheres com a mesma profissão são assassinada, levando Eve numa corrida contra o tempo não só para impedir mais mortes como também para ilibar o homem que despertou o seu coração e com quem se acaba de envolver.

Uma história empolgante que nos leva a uma visão "futura" da nossa sociedade, onde a prostituição é completamente legar, onde os carros "voam", as doenças foram extintas, o uso de armas de fogo proibido, onde comer um ovo, beber café é para ricos, onde se viaja no espaço e para galáxias longínquas, onde a realidade virtual está muito presente, mas não deixa de ser uma sociedade que ainda descrimina a sua gente, as coloca em "guetos", onde muito que acontece nos nossos dias persiste.

Um livro a ler, uma série a seguir, sem duvida. 

publicado por Titinha às 10:32
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.Contacto
Para qualquer assunto podes contactar para sc.facebook@sapo.pt
.Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.Leitura do Momento

.Biblioteca

.pesquisar
 
.posts recentes

. Opinião sobre "Ligeiramen...

. Opinião sobre "Um Verão I...

. Opinião sobre "Uma Noite ...

. Opinião sobre "Um Pequeno...

. Opinião sobre "O Inferno ...

.favoritos

. Opinião sobre "Traição Mo...

. Opinião sobre "Anoitecer"...

. Opinião Sobre a Trilogia ...

. Opinião sobre "Um Beijo I...

.arquivos

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Setembro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Setembro 2006