Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ficaasaber

ficaasaber

Biblioteca...

Qua | 16.04.08

Será Que Tenho que Voltar à Escola...

Titinha

Desde que soube do novo acordo ortográfico, pergunto-me se é necessário voltar à escola ou não, posso estar a ser exagerada, porém a falta de esclarecimentos ou mesmo um site onde se pode ver as alterações deixa-me um pouco confusa...

 

Uma coisa fico feliz o "c" do facto não sai, também não teria lógica, já que utilizamos a palavra fato (roupa)... Poderia dizer "mas ao ler a frase e ao interpretar o seu sentido, dá para ver se é facto ou fato", sim dá, mas é sempre mais complicado... Um caso que para mim não deveria deixar de ter o acento "´"  é pára do verbo parar, já que só ao ver-os o sentido da frase é que sabemos se é pára de parar ou para de para, confuso? é um pouco, assim como é "inestético" na escrita, escrever acção sem um "c" ação, actor/ator, actriz/atriz, factura/fatura, óptimo/ótimo... Porém para mim o caso mais gritante é o deixar de escrever húmido com "h", vamos escrever úmido... Agora pergunto eu, já que isso ainda não foi bem explicado, será que palavras como homem, humanidade, humano, história, hospital, hotelaria, hotel, vão ser escritas assim... omem, umanidade, umano, istória, ospital, otelaria, otel??? São estes casos que eu gostaria de ver respondidos, já que o que tem saído para a impressa é...

 

«Consoantes mudas

Quando um dos termos de uma sequência consonântica é proferido na pronúncia culta da língua, como em “pacto” ou ficção”, fica tudo como está. Se é invariavelmente mudo, como acontece nas palavras “acto”, “colecção” ou “director”, o “c” cai sempre. Pela mesma lógica, cai o “p” em “Egipto” ou “peremptório”, sendo que neste último caso o “m” dá lugar a um “n”: perentório.

Acentos

A conjugação na terceira pessoa do plural do presente do indicativo de verbos como ter, vir e ver - têm, vêm e vêem - perde o acento circunflexo. Passa a escrever-se, por exemplo, “reveem”. Já em “dêmos” (presente do conjuntivo), continua a aceitar-se o acento, a título facultativo, para evitar a homografia com “demos” (pretérito perfeito do indicativo). A excepção é a forma verbal “pôde”, que preserva o acento.

Também são banidos os acentos agudos e circunflexos que ainda se mantinham em algumas palavras graves, como em “pára” ou “pêlo”, que passam a não se distinguir graficamente de para e pelo.

Hífen

Os redactores do novo Acordo Ortográfico investiram um especial esforço na regularização do uso do hífen, sobretudo nas palavras formadas por prefixação.

Algumas regras:

Quando o prefixo termina em vogal e a palavra seguinte começa com “r” ou “s”, cai o hífen e dobra-se a consoante: “contrarrelógio”.

Quando o prefixo termina em vogal e a palavra seguinte começa por uma vogal diferente, não se usa o hífen: “antiaéreo”. Quando o prefixo termina com a vogal que inicia o elemento seguinte, usa-se o hífen: “contra-almirante”. A excepção a esta regra é o prefixo “co-”, que se aglutina com o elemento seguinte mesmo que este se inicie com um “o”: “coocupante”. Um dos exemplos que o texto do Acordo avança é “coordenar”, que se torna graficamente indistinguível de “coordenar” no sentido de dirigir ou supervisionar.

Os hífenes caem também em algumas locuções nas quais ainda iam sendo usados, como “fim-de-semana”. Mas abrem-se excepções para outras, nas quais esse uso foi considerado mais generalizado, como “pé-de-meia” ou “cor-de-rosa”.

Uma alteração que será provavelmente mais difícil de interiorizar é a supressão do hífen em todos casos em que uma forma monossilábica do verbo haver se une à prepoisção “de”. Passará a escrever-se, por exemplo, “hei de” e “hão de”.»

 

in jornal Público

 

Pois é... bebé... ou vou voltar à escola ou terei que ler cada vez mais site e livros escritos em Português do Brasil, para me habituar a estas mudanças...

 

Ah!!! antes que digam seja o que for, isto não é um ataque aos Brasileiro, longe disso... O Brasil é um país que eu amo e para mim é a minha segunda pátria... se ficar rica com o euromilhões, vivo entre Lisboa e o Brasil... ;)

 

O que achas, qual a vossa opinião sobre este assunto?!

 

Fiquem bem e muitos beijinhos...

8 comentários

Comentar post